Lobuloplastia

Lobuloplastia - correção do lóbulo

Lobuloplastia

O lóbulo da orelha é uma região importantíssima na composição estética da orelha e pela sua posição, entre as estruturas da face, também é importante na harmonia facial. Com a prática de uso de brincos ocupa um papel de destaque ainda maior. A idade altera o formato, a largura e o comprimento do lóbulo, em decorrência da flacidez dos tecidos. Pode ocorrer ainda a perda de volume, tornando-se emagrecido ou “murcho”,  e a formação de dobras ou rugas.

A correção do lóbulo envelhecido pode ser realizada isoladamente ou em combinação com uma cirurgia de rejuvenescimento facial (lifting) ou procedimentos como laser de CO2, Botox, etc. As cicatrizes são estrategicamente posicionadas e, graças a isso, se tornam pouco aparentes e discretas. O não tratamento do lóbulo deve ser evitado, pois um lóbulo envelhecido diante de uma face bem tratada causa estranheza, desarmonia e “denuncia” a idade real.

O procedimento cirúrgico é realizado com anestesia local quando feito isoladamente ou com outro tipo de anestesia se associado a outro procedimento cirúrgico. É realizada a retirada do excesso de pele de forma a posicionar a cicatriz em um sulco já presente. Os pontos são retirados com 7 a 10 dias e a cirurgia apresenta baixos índices de complicação. Os cuidados pós-operatórios são simples, devendo-se realizar curativos e evitar uso de brincos por 3 a 6 meses.

Nos casos de lóbulos murchos e sem volume, é possível alcançar um bom resultado com o uso de preenchedores.